Metal na Lata

Municipal Waste – “Waste ‘Em All” (2003) (Relançamento 2023)

municipalwaste_wasteemall
Compartilhe

Municipal Waste – “Waste ‘Em All” (2003) (Relançamento 2023)

Shinigami Records
#Crossover #ThrashMetal

Para fãs de: D.R.I., S.O.D., Suicidal Tendencies, Exodus

Texto por Ricardo L. Costa

Nota: 10

A urgência e o peso do Thrash Metal em total congruência com a violência avassaladora do Hardcore e Punk deu origem ao que se convencionou chamar de Crossover. Um som rude, cru, com forte tendência política, ainda que carregado de sarcasmo e despojado sem ser desleixado.

O Municipal Waste tornou-se um porta-voz do estilo (com o conhecimento adquirido anteriormente com D.R.I., S.O.D e Suicidal Tendencies), e com seu primeiro álbum de estúdio, “Waste ‘Em All” (2003), deu um chute na cara dos entusiastas do gênero, daqueles de varrer os dentes do chão após o desferido golpe inesperado.

Um track list simples, breve, composto por 16 faixas que se concluem num piscar de olhos. Como de praxe a estrutura básica, com refrãos marcantes, andamento a mil por hora, riffs cortantes e um vocal que parece clamar pela própria vida, emerge em “Waste ‘Em All” um verdadeiro tratado de como maltratar sua coluna cervical e ainda assim se manter feliz, com um sorriso ligando uma orelha a outra.

O negócio é intenso, caótico, se resolvendo em pouco mais de 15 minutos, o que impossibilita qualquer tentativa minha de soar prolixo. Quer se divertir a valer de forma despretensiosa e com um ótimo custo-benefício? Ouça no volume máximo “Mutants of War”, “Death Prank” e “I Want to Kill the President” (17 segundos de uma vibe destruidora e psicótica de fazer inveja ao Napalm Death dos primórdios).

“Waste ‘Em All” acaba de sair em edição nacional, portanto, não há desculpas para não ter essa pérola do underground em sua coleção.

Compartilhe
Assuntos

Veja também