Metal na Lata

Archon Angel – “II” (2023)

archon_angel
Compartilhe

Archon Angel – “II” (2023)

Frontiers Music
#HeavyMetal #ProgMetal #PowerMetal

Para fãs de: Circle II Circle, Savatage, Queensrÿche

Texto por Mauro Antunes

Nota: 8,5

Todos nós headbangers temos nossas bandas de coração. No caso deste redator não é diferente e temos aqui um lançamento que se não é propriamente uma banda de coração, trata-se de um caso bem peculiar já que o Archon Angel faz parte da ‘família Savatage’ o que por si só, já é algo fora da curva em termos de atenção, carinho e que automaticamente só por ser concebido já atrai um afeto diferenciado.

Pra quem ainda não os conhece, o Archon Angel é um projeto mais recente de Zak Stevens (Savatage, Circle II Circle) com o guitarrista italiano Aldo Lonobile (Edge of Forever, Ring of Fire) e que como o próprio título sugere já chega ao segundo trabalho.

Musicalmente falando o Archon Angel tem uma proposta muito similar ao Circle II Circle, dá quase pra dizer que é a mesma banda, então fica a pergunta: “O que temos aqui é apenas mais do mesmo”? Honestamente creio que a melhor resposta seja “sim”, mas que mal há nisso se o material é de primeira? “Wake of Emptiness” abre o disco e mostra que Stevens parece voltar aos seus melhores momentos, sua voz está potente, no tom certo e obviamente, acaba por ser o destaque geral.

Há também a pesada e cadenciada “Avenging the Dragon” uma das melhores do trabalho. Outros destaques ficam para “Quicksand” com sua levada que rápida e repleta de teclados agressivos “I Will Return” com seu refrão pra se cantar junto e a meia balada “Lake of Fire” onde Stevens definitivamente mostra que ainda tem muita lenha pra queimar. A versão física em CD ainda traz a bônus “Bullet Proof”, simplesmente a mais rápida e pesada de todas, uma pena que seja mais um tesouro escondido que qualquer outra coisa.

É bem provável que a partir da finalização das gravações, Stevens volte toda a sua atenção para o derradeiro álbum do Savatage prometido por Jon Oliva para meados de 2024. Também esperamos que ele volte a trabalhar mais firmemente com o Circle II Circle, banda que ele construiu do zero após sua saída do Savatage no início dos anos 2000. Que Stevens continue na estrada por muitos e muitos anos, já que seu talento é inquestionável.

Compartilhe
Assuntos

Veja também