Metal na Lata

Grave Desecrator – “Immundissime Spiritus” (2023)

Capa Grave Desecrator
Compartilhe

Grave Desecrator – “Immundissime Spiritus” (2023)

Caverna de Sangue Productions
#BlackMetal #DeathMetal

Para fãs de: Mystifier; Castifas, Necrophobic

Texto por Aldemar Ferreira

Nota: 9,5

É inegável que a cena underground brasileira é repleta de hordas que representam o país com muita força perante a cena internacional. Feita esta observação, podemos dizer com toda certeza que o Grave Desecrator traz para si essa responsabilidade e que, com muito orgulho, mostra toda a sua bagagem. Os cariocas lançam o seu mais recente álbum de estúdio, sendo o quarto da carreira, e estabelecem novos rumos para a cena extrema nacional.

Nos mesmos moldes do seu segundo disco “Insult (2010)”, o novo trabalho dos caras esbraveja técnica, acrescida de muita velocidade e sujeira intensa, para nenhum fã do gênero botar defeito. “Immundissime Spiritus” traduz para a cena brasileira uma revisitação aos tempos de um excelente Sarcófago em início de carreira, da mesma forma que administra a mescla do Black/Death Metal de maneira intensa e sem cair na mesmice.

Ao contrário do que já mostraram anteriormente em sua discografia, temos que a horda não se limita em repetir as fórmulas que “dão certo”. Pelo contrário. Aqui nesse disco o que não faltou foi oportunidade para os caras aprofundarem o seu som em algo mais profano e sardônico, trazendo cada vez mais uma identidade sui generis à cena underground.

O disco conta com excelentes dez faixas que proporcionam um massacre sonoro e que, a meu ver, se consagram com a espetacular execução de “Fogo Fátuo”; o verdadeiro cartão de visitas da obra. Inesquecível!

Um álbum digno de muito orgulha para a cena brasileira e, talvez, do ano de 2023. Imperdível em todos os sentidos.

Compartilhe
Assuntos

Veja também