Metal na Lata

Benediction – “Subconscious Terror” (1990) (Relançamento 2024)

benediction
Compartilhe

Benediction – “Subconscious Terror” (1990) (Relançamento 2024)

Nuclear Blast | Shinigami Records
#DeathMetal #OldSchoolDeathMetal

Para fãs de: Dismember, Carcass, Bolt Thrower, Obituary, Sinister, Malevolent Creation

Texto por Johnny Z.

Nota: 8,5

O brutal álbum de estreia dos britânicos é considerado um marco influente no cenário do death metal mundial e contribuiu significativamente para a evolução do estilo no início da década de 90. Não se destacou por inovação, mas sim pela atitude descompromissada, abordagem crua e elevada agressividade.

A formação da banda na época incluía Darren Brookes na guitarra, Peter Rewinski no baixo, Mark “Barney” Greenway nos vocais (que saiu logo depois para entrar no Napalm Death), Ian Treacy na bateria e Paul Adams na guitarra. Com esse quinteto, temos 9 faixas de um ríspido e violento Old School Death Metal, reverenciado pela sua simplicidade e atitude. Naqueles longínquos anos de 1990, o que importava era o quão pesado, barulhento e brutal a música podia ser.

Embora não seja o melhor álbum da banda, sua importância é imensurável para os anos subsequentes e para o desenvolvimento do gênero ao longo da década de 90. E isso sem mencionar a estrondosa cena americana da Flórida, pois o Benediction é inglês! Existiam diferenças? Sim, a comparação era similar àquela entre o Thrash Metal da Bay Area e o europeu: diferentes, mas dentro de um mesmo estilo.

Se você comparar esse primeiro álbum da banda, vai notar uma sonoridade tosca, suja e até desleixada (mas curiosamente coesa!), e isso foi o que impactou no seu lançamento. A produção tinha zero esmero, às vezes soando como uma demo bem gravada, mas o charme e o peso catastrófico eram evidentes. E ponha peso nisso, pois Mark “Barney” já mostrava, desde essa época, o porquê de ser até hoje um dos vocais mais grotescos, amedrontadores, “ogrentos”, cavernosos, urrados e purulentos que existe!

Os destaques ficam por conta da faixa-título, “Artefacted Irreligion”, “Eternal Eclipse”, “Grizzled Finale” e “Graveworm”, verdadeiros clássicos atemporais do estilo!

Há algo para todo tipo de fã de podreira: cadência, velocidade, sujeira, fúria. Se você acha que as bandas de “Death” Metal de hoje são “pesadinhas”, tome cuidado: vai se mijar nas calças ao ouvir essa ode ao caos chamada “Subconscious Terror!” (risos)

Agora não tem desculpa, pois a Shinigami Records está relançando toda a discografia da banda no Brasil! Faça a sua obrigação e comece por essa belezinha aqui pra ontem!

Obs: estou há anos atrás de uma camiseta com essa emblemática capa!

Compartilhe
Assuntos

Veja também