Metal na Lata

Dismember – “The God That Never Was” (2006) (Relançamento 2023)

dismember-the-god
Compartilhe

Dismember – “The God That Never Was” (2006) (Relançamento 2023)

Candlelight Records | Shinigami Records
#DeathMetal

Para fãs de: Grave, Entombed

Texto por Aldemar Ferreira

Nota: 8,5

Com uma carreira gloriosa na cena underground mundial, os suecos do Dismember dispensam apresentações quando o assunto é execução um Death Metal sujo e técnico, como sempre se propuseram a fazer. Feito este apontamento, venho trazer aqui o relançamento do grandioso disco “The God That Never Was (2006)”, este que deu continuidade à promissora carreira da banda e que trouxe bastante discussões a respeito da cena underground sueca.

Depois do lançamento um tanto quanto controverso de seu disco anterior “Where Iron Crosses Grow (2004)”, sendo este considerado um grande “divisor de águas” em sua discografia, a banda buscou trazer de volta a sua originalidade em compor harmonias mais rápidas e sujas, o que não foi tão incisivo no disco anterior. Em “The God That Never Was” a premissa era tão e somente ressuscitar o “cartão de visitas” do som da banda, responsável por todo o sucesso adquirido.

No entanto, ao contrário dos discos lançados anteriores a este, a única peculiaridade é que ele, a partir de certo momento, se torna um tanto repetitivo no quesito das bases de guitarra altamente distorcidas, o que passa uma leve impressão de se estar escutando a mesma faixa. Por outro lado, a banda trouxe neste disco uma atmosfera mais sardônica, como pode ser percebido nas faixas “Trail Of The Dead” e “Blood For Paradise”, impondo uma sensação mais densa e intrínseca a quem escuta.

Confesso que esse não é meu favorito exatamente pelo que mencionei acima mas,  a meu ver, é um disco que trafega mais na fase clássica da banda do que nas composições mais experimentais, afinal não é para muitos que o Dismember é a típica banda para se dar o selo de “ou ama ou odeia”.

Por fim, este relançamento reforça a ideia de que é um disco muito interessante de apreciar, pelo qual se compromete em cativar novos e antigos públicos do Death Metal sueco, bem como do mundo todo. Vale a conferida!

Compartilhe
Assuntos

Veja também